segunda-feira, 17 de maio de 2010

Apenas os jogos educativos educam?



Os jogos estão se inserindo cada vez mais rápido no cotidiano das crianças, que já nasceram emergidas em uma realidade tecnológica um pouco diferente da nossa. O que fazer quanto a isso?
Faz-se necessário manter-se atualizada(O) quanto ao surgimento de novas tecnologias que nos são propostas.
Vale salientar, que nos últimos anos os jogos ainda eram considerados como vilãos no desenvolvimento das crianças, sofrendo dos mesmos argumentos que sofreram a tv, o cinema e quadrinhos no inicio de suas atividades por exemplo.
Esta é mais uma questão que pode e deve ser levantada. Qual a importância dos meios de comunicação na educação?

Bem, é notável que independente do meio de comunicação, estará presente a influencia que é capaz de exercer não apenas sobre as crianças mas, sobre as pessoas em geral.
Quando se fala sobre influência tecnológica, não são apenas as crianças que são atingidas mas, também os adultos, o que vai variar é o direcionamento do que são feitos e para quem são feitos.
Logo, os jogos desenvolvidos com vários recursos audiovisuais, visado o mercado podem ser direcionados de alguma forma como ferramenta na aprendizagem?
Segundo Silveira (1998, p. 02):

“...os jogos podem ser empregados em uma variedade de propósitos dentro do contexto de aprendizado. Um dos usos básicos e muito importantes é a possibilidade de construir-se a autoconfiança. Outro, é o incremento da motivação. (...) um método eficaz que possibilita uma prática significativa daquilo que está sendo aprendido. Até mesmo o mais simplório dos jogos pode ser empregado para proporcionar informações factuais e praticar habilidades, conferindo destreza e competência”

Os jogos em geral, trazem consigo objetivos a serem realizados e desenvolvidos ao longo de sua trajetória, mesmo quando falamos dos mais simples aos mais complexos. O desafio então, é o profissional dominar e realizar atividades atraentes de forma motivadora, no intuito de serem trabalhadas de maneira eficiente e lúdica.

Existem alguns sites que disponibilizam jogos gratuitos bastante simples, como por exemplo:

*Quebra-cabeça

*Jogo de palavras ...

Exemplos de sites:

http://www.arteducacao.pro.br/Jogos.htm

http://www.divertindo.com/

http://www.jogosdemeninasgratis.com.br/especiais/jogosdaxuxinha.asp

Outros exemplos de jogos mais complexos e dotados de vários atrativos visuais são o World of Warcraft, Age of Empires, The sims e Sacred. Todos esses são compostos por missões (tarefas a serem cumpridas durante o jogo), muita criatividade e pensamento rápido.

Para conhecer mais sobre esse jogos, vale a pena acessar:

http://clickjogos.uol.com.br/Jogos-online/Classicos/Warcraft/

http://www.agemania.com.br/

http://thesims.ea.com/

http://eng.sacred-game.com/index.php


Vale a pena ressaltar que todo tipo de atividade tendo um bom acompanhamento estará contribuindo para um bom desenvolvimento.

Ps: Em breve campanha para adoção de animais, organizada pelos alunos de Biologia da UEPB.

Faça um animal feliz. Obrigada!

Patrícia Fernanda de Souza Vasconcelos, turma manha, 3° período.








8 comentários:

  1. muito boa sua postagem Patricia!!
    os jogos educativos são muito importantes, quando usados de forma pedagogica.
    Gabriela Maria, 303 manhã, 3º periodo

    ResponderExcluir
  2. Os Jogos educativos QUANDO Usados forma adequada, e Uma ferramenta de suma importância não da Aprendizagem Auxilio, tornando como Dinámicas Mais aulas, Sabemos Que Também Não e so os Jogos educam Que educativos, jogos e filmes POIs Violentos atitudes podem refletir NAS e Personalidades das Crianças, OS Meio exercem audiovisuais Uma Influencia Sobre Muito grande como Crianças.
    vanessa Camelo

    ResponderExcluir
  3. Bem, é um assunto muito questionado ultimamente. Os jogos Educativos, pode sim ser inseridos na sala de aula, mas cabe o professor quando aplicar o jogo não deixar de lado e pronto, tem que ter uma acompanhamento e uma interação com o professor e aluno.
    Muito bom o tema, PARABÉNS!!!

    3ºperíodo/ g3/ tarde

    ResponderExcluir
  4. É bem fácil falas as vezes sem conhecer sobre o assunto, dizer que jogos são ruins pra mente infantil e coisas assim, mas vale lembrar que eles foram criados inicialmente para desenvolver o raciocinio de quem os joga, e não como muitos pensam, para só os fazer perder tempo. Como bem salientado no texto, todos eles requerem niveis de raciocinio e sagaciade diferentes de jogador, nivel e jogo. Portanto, isso é uma 'faca de dois gumes' os jogos tanto servem pra iludir quanto pra ensinar, mas garanto que se você instruir bem os seus filhos ou quem quer que seja a respeito desse assunto, ele[a] criará uma opinião bem interessante a respeito de tal, e ao mais, ninguem precisa acreeditar em mim mesmo, sou só um avulso que joga a mais de 19 anos e que nem estudante de pedagogia sou, mas uma coisa posso dizer com certeza. Alguns jogos fizeram e ainda fazem parte da minha vida e espero que muitas pessoas ainda aprendam com eles como eu, e divirtam também, porque ninguem é de ferro o/.

    ResponderExcluir
  5. Muito bom pat!! se os jogos são vistos como brincadeira, para as crianças, por que não educar brincando?

    Kelly Deise aluno do 3° período manha

    ResponderExcluir
  6. Gicele - turma noite11 de junho de 2010 17:00

    Muito interessante postagem acho que os jogos são fundamentais para desenvolver a aprendizagem do aluno, logico desde que seje usado de forma correta, pois a criança tem uma certa facilidade de aprender brincando.

    ResponderExcluir
  7. Que legal! adorei o fato de ter colocado os links, muito boas as propostas. Particularmente ja tive oportunidade de trabalhar com jogos educativos em sala de aula e sem dúvida foi muito proveitoso, além de trabalhar com o lúdico existe toda a questão do quanto é interessante trabalhar com a prática, com o concreto.
    Tatianne Ferreira 3º Período Noite

    ResponderExcluir

Dialogue conosco, registre seu comentário