domingo, 13 de junho de 2010

Tecnologia na educação infantil


No Jardim de Infância Municipal Doutor Luiz Silveira, em Piraí, a 105 quilômetros do Rio de Janeiro, as crianças entre 3 e 5 anos de idade, foram desafiadas a um novo método de aprendizagem, o uso do computador, os pequenos aprenderam a escrever seu nome digitando na máquina.
A atividade seguinte era admirar grandes obras de artes, como por exemplo, a da pintora Tarsila do Amaral(1886-1973) Abaporu. Esta imagem era projetada na tela dos computadores da professora e as crianças eram estimuladas a falar sobre as cores e formas apresentadas na imagem. Após as explicações das pinturas, os alunos foram provocados a tirar auto-retratos com a web cam de seu computador. Na sequência, passaram a outra atividade: pesquisaram imagens de animais da fauna brasileira, nos seus notebooks com acesso a Internet com a ajuda dos professores.
O uso da tecnologia nesta instituição mostra que está se deu de forma natural do processo de ensino e aprendizagem na vida dos pequenos, sendo hoje o computador um material básico na rede pública. A naturalidade dos pequenos diante das máquinas comprova essa afirmação. "Tô escrevendo um carta", diz Julia, enquanto tenta digitar seu nome. Enquanto ela tecla, outros brincam ou desenham. "Alguns pais ficaram aflitos achando que cadernos, livros, canetas e lápis iam ser abolidos. Mas só acrescentamos uma nova ferramenta, que também serve para ensinar", diz Lúcia Helena Borges, chefe da Divisão Pedagógica da Secretaria Municipal de Educação.
Em Piraí, os computadores já fazem parte do ensino na rede publica. A cidade possui um projeto de inclusão digital desde 2005, no qual suas ações são financiadas pelo governo federal. O uso da tecnologia na cidade foi enfrentado como ferramenta dos conteúdos curriculares ajudando a disseminar seu uso.
Todos os computadores das escolas do município têm acesso a internet, o que possibilita o planejamento escolar dos educadores, estes tendo autonomia para desenvolver sue trabalho, mas sempre tendo o diálogo como fundamental. Além disso, um núcleo de tecnologia foi criado para dar apoio técnico e pedagógico aos educadores. Hoje, os alunos de toda a rede têm uma pauta diária de atividades a cumprir e são acompanhados mesmo a distância.
Os computadores dão sempre espaços para realização de atividades como massa de modelar, leitura, cortar e colar. As fotografias tiradas foram utilizadas na atividade de colagem. A seguinte atividade posta foi desenhos livre no papel. Dessa forma os alunos só ganharam mais uma ferramenta de aprendizagem.

*matéria da Revista Nova Escola

Aline Manoela 3º período noite

29 comentários:

  1. Aline,esta matéria sem sombra de dúvidas é de muita importancia,como pode ser proveitoso trabalhar com as crianças frente ao computador ,visto que elas adoram este equipamento,então juntar aprendizagem com o computador é uma ótima idéiasem contar que elas prestaram mais atenção, pois a tecnologia roporciona esta apreensão daqueles que estão em sua frente ,gostei muito de comoa matéria aborda esta aprendizagem de forma diferente.Rosenilda Rodrigues,3º período noite

    ResponderExcluir
  2. Belíssima reportagem...É tão interessante ver quando a tecnologia é utilizada de forma tão proveitosa, nosso país precisa alavancar a inclusão digital sempre levando a nossos aluno a enxergar novos horizontes.
    ( Andreza Carvalho, turma 303-noite)

    ResponderExcluir
  3. Janaíne - Turma 2 G713 de junho de 2010 19:51

    Uma ferramenta de aprendizagem que pode ser utilizada até com as crianças pequenas! Seria ideal que todas as escolas utilizassem esse recurso para proporcionar formas de aprendizado mas interessantes e desenvolver desde cedo a relação das tecnologias com as crianças a partir dos 3 anos de idade.

    ResponderExcluir
  4. O computador também pode ser utilizada com criança pequenas, principalmente com conteúdos que elas tem, mas dificuldade, onde a criança vai fica mais atente devido ser uma aula diferente e vai aprende mas, também devido as cores e a interatividade existente, isso possibilita uma melhor aprendizagem.

    ResponderExcluir
  5. Fala-se de uma realidade bem diferente da nossa, nesse caso, a rede pública de ensino se engaja de maneira eficaz para o combate da exclusão digital, proporcionando aos alunos formas diferentes de aprendizagem. A questão da curioseidade vem de forma bem marcante pois, a cirança só se interessa, por aquilo que a interessa, então tomemos esse exemplo e que consigamos nos atualizar e fazer com que os nossos pequenos sejam cada vez mais conhecedores dessa nova tecnologia que só vem para acrescentar.

    Marianna da Silva - 3º P/Noite.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Reportagem muito interessante, pena que na nossa realidade sabemos que isto está muito dificil de acontecer, mas seria muito proveitoso utilizar as tecnologias em sala com crianças da educação infantil. Muito bom.

    ResponderExcluir
  8. Hedy Lamar,Noite, G115 de junho de 2010 06:43

    Parabéns pela reportagem!Isto mostra que a educação infantil pode sim trabalhar com tecnologia, mais infelizmente para muitos educadores a educação infantil não precisa adequar a estas inovações tecnológicas e se esquecem que precisamos começar desde muito cedo a trabalhar com elas, desta forma vamos ter jovens mais bem preparados.

    ResponderExcluir
  9. Achei muito importante esta reportagem, pois quebra o tabu de só inserir a tecnologia quando as crianças já estão alfabetizadas. E esta escola demonstra como é fascinate para as crianças terem acesso as tecnologias desde a educação infantil tornando assim as aulas mais atrativas e diversificadas.

    Janaina Farias da Silva, 3° período noite

    ResponderExcluir
  10. Parabéns pela reportagem,achei muito importante,demonstra como é fascinate para as crianças terem acesso as tecnologias desde a educação infantil,nosso país precisa alavancar a inclusão digital.
    REINALDO DE PAULO DINIZ - 3º P/NOITE

    ResponderExcluir
  11. Simone Soares Mamede16 de junho de 2010 11:58

    Muito interessante a reportagem, apesar de ter uma realidade diferente da nossa.Usar a TIC'S como recurso para alfebetizar crianças na educação infantil, é essencial já que elas são mais interessadas pelo o que é novo.
    Bom seria que todas as escolas tomassem como modelo essa escola.

    ResponderExcluir
  12. Aline, amei essa postagem, você me tirou uma grande preocupação, pois essa postagem veio reforçar a fala de Emília Ferreiro, que diz em outras palavras que o aluno se alfabetiza melhor no computador, por ler no deslise dos dedos, ao contrário do livro que o aluno encontra um receio de virar a página achando que sempre tem muita coisa para ler, esta escola que adaptou a tecnologia no seu cotidiano de maneira lúdica, enfatiza que se quisermos, podemos trabalhar até mesmo na educação infantil com as tecnologias.

    Lidiane Nayara Nascimento dos Santos, 3º período, noite.

    ResponderExcluir
  13. Essa reportagem mostra que é possivel a utilização de recursos tecnologicos na educação infantil e sua contribuição na aprendizagem de conteúdos, cabe nós futuros educadores inserir a tecnologia na educação uma ótima ferramenta para enriquecer as aula, bem como para desenvolver habilidades,mas, para que isso ocorra os professores devem dominar o manuseio dessas tecnologias,adorei a materia serve de incentivo.

    Merielle/3periodo/G1/Noite

    ResponderExcluir
  14. Mírian - pedagogia noite -G116 de junho de 2010 16:46

    Muito interessante a reportegem,mas há muito o que trabalhar para colocar essa metodologia nas escolas públicas.Mesmo sabendo que hoje em dia nossas crianças tem contato ao mundo das TIC's os educadores não estão todos capacitados para o rápido avanço do mundo globalizado,mas acredito que aos poucos vamos consegui.

    ResponderExcluir
  15. Também gostei muito da matéria,e compactuo com a ideia da Rayssa, de que a realidade com educação infantil em escolas do "município" é realmente difícil,dessa forma o fato dos alunos ganharem mais uma ferramenta de aprendizagem, faz toda a diferença. Acrescento ainda que por mais que seja difícil levar esse exemplo adiante sem uma FORMAÇÃO adequada, vale a tentativa, já que a INFORMAÇÃO bate as portas. Portanto não cabe mais continuar com os mesmos métodos...

    ResponderExcluir
  16. Realmente, esta reportagem é de muita importância, pois vem nos mostrar que a tecnologia pode sim ser usada como ferramenta de aprendizam com as crianças e tira aquela visão que muitos tinham e ainda tem de que o computador, só serve para as crianças se viciarem na internet.

    Maria de Fatima Vasconcelos 3º período noite

    ResponderExcluir
  17. Realmente, esta reportagem é de muita importância, pois vem nos mostrar que a tecnologia pode sim ser usada como ferramenta de aprendizam com as crianças e tira aquela visão que muitos tinham e ainda tem de que o computador, só serve para as crianças se viciarem na internet.

    Maria de Fatima Vasconcelos 3º período noite

    ResponderExcluir
  18. Tecnologia Na Educação Infantil

    parabéns Aline! A materia é muito rica,todos nós sabemos que a escola muda lentamente em relação aos avanços tecnologicos é muito importante ter essa ligação entre aducadores e os meios de comunicação,principalmente na infancia que é quando a criança estaá "louca" para aprender coisas novas e desenvolver melhor sua cordenação motora.

    Shirley Targino Silva 3° periodo / noite

    ResponderExcluir
  19. Vanessa do Nascimento Pereira18 de junho de 2010 04:43

    Concordo com minha amiga Shirley, é importante sim para a criança a quetão do avanço tecnológico, ela passa a se interessar mais.

    ResponderExcluir
  20. Como é bom saber que a nova geraçaõ já está se familiarizando desde pequenos com essa ferramenta,mas sabemos que nem todos tem acesso de forma igual.
    Maria Nazaré Cavalcante de Sousa,3ºperíodo noite.

    ResponderExcluir
  21. Realmente é muito proveitoso ver alunos tão pequeninos entrando na era digital, e principalmente aprendendo, por mais que um se desenvolva melhor e o outro não, com toda certeza algo eles alguma proposta pedagógica eles iram aprender.
    Priscila Leite - 3° período - Noite

    ResponderExcluir
  22. Poxa Aline, é de se admirar que ao menos um Município de nosso enorme país seja portador de tamanha visão.
    O ideal seria que todos os outros seguissem o exemplo desta Cidade.
    Tenho sentido na pele o que é trabalhar com crianças da rede pública, cujas realidades são tão diferentes (umas pré-alfabetizadas e outras sem ter se quer coordenação motora).
    Pois é, considero a tecnologia uma nova e importante ferramenta para aquele educador que deseja de fato obter sucesso no que faz.
    Alfabetizar é apenas uma dessas áreas a qual este profissional pode optar por usar das TIC's.

    ResponderExcluir
  23. Acho essa reportagem importantíssima! Percebe-se que diante de uma estrutura organizada e com qualificação profissional, não dá excluir alunos desse processo digital só porque são pequeninos. Pelo contrário, as aulas ficam mais criativas e com mais qualidade!
    Miriam, 3º Período- Noite

    ResponderExcluir
  24. Sem sombra de dúvidas,o fato de as crianças ter contato com essa tecnologia é muito importante,principalmente direcionada para atividades didáticas.
    Rosenilda Rodrigues,3º período noite.

    ResponderExcluir
  25. Flaviane caxias, 3º período - Noite22 de junho de 2010 17:07

    Excelente matéria! É bobagem pensarmos que as crianças pequenas devem ser excluídas do mundo tecnológico só porque achamos que elas terão dificuldades em entender o assunto, pelo contrário, elas têm uma maior capacidade do que muita gente adulta!

    ResponderExcluir
  26. Esse é um bom excelente exemplo de como o "novo" e o "velho" podem caminhar juntos no processo de aprendizagem, principalmente com as crianças. As de hoje possuem uma capacidade muito maior de absorver conhecimento. Está mais do que claro que a nova geração de crianças está muito mais preparada para lidar com os vários canais de comunicação e de aprendizagem, por isso elas se dão bem melhor que nós nesse sentido.

    ResponderExcluir
  27. Exatamente, a tecnologia deve ser utilizada como ferramenta, e não como uma forma integral de ensino. Acho que ainda é importante o contato com os materiais tradicionais de ensino, tais como lápis, papel, massa de modelar, tinta, para que seja preservada a relação com o tangível - o real, para não ficarmos presos apenas ao virtual.

    Petrônio Pereira. 3ºP - Noite

    ResponderExcluir

Dialogue conosco, registre seu comentário