sábado, 5 de junho de 2010

O avanço das tecnologias nas escolas públicas de João Pessoa.

Com o avanço da tecnologia, a humanidade está inserida num mundo cuja rotina diária do homem contemporâneo pressupõe o acesso rápido à informação, no entanto a educação não pode ficar desatenta a esse avanço da comunicação tecnológica para promover e facilitar a aprendizagem. As escolas públicas de João Pessoa, atentas a esse avanço tecnológico, não ficaram de fora dessas transformações tecnológicas, implantando laboratórios de informática e buscando desenvolver novas condições de aprendizagem. Numa entrevista com uma monitora de informática de uma escola publica de João Pessoa, ela relatou que sua função como monitora era auxiliar os professores nos trabalhos pedagógicos, no qual foram implantados por ela jogos educativos relacionados com o plano de aula do mesmo. Para ela esses jogos educativos tanto melhoram o desempenho do aluno em sala de aula, quanto os mesmos aproveitavam a oportunidade para aprender algumas noções básicas de informática.

De acordo com essa discussão surgem algumas interrogações a serem consideradas: Será que a função do monitor de informática, só se limita em auxiliar o professor nos trabalhos pedagógicos? Os alunos devem usar a tecnologia para aprenderem apenas noções de informática? Ou no decorrer da aprendizagem usando essa tecnologia o aluno desenvolve habilidades de informática?

Edna Maria Amâncio, 3º período - noite.

26 comentários:

  1. Boa noite,

    O melhor seria que o avanço tecnológico não ficasse na superficialidade das informações. Há necessidade de buscar o porquê da utilização, canalizar desde a origem até a aplicação e não parar por ai. A função da monitora pode apresentar uma solução imediata em resposta às deficiências dos conhecimentos de informática dos docentes, porém pode ocasionar um processo vicioso de aceitar apenas o que for necessário aquele momento. Com relação aos alunos, incitar a curiosidade e descortinar as informações visuais é desejo de todo orientador.

    Rosicleia
    3º período - noite

    ResponderExcluir
  2. É muito interessante o texto mas é uma pena que não vemos isso acontecer nas escolas pois a maioria das escolas que possui laboratorio de informatica,mas infelizmente não são abertos para alunos utilizarem.
    Gicele - turno da noite - G. 3

    ResponderExcluir
  3. Realmente, está visão de laboratórios de informatica nas escolas no geral, vem sempre implicando nesta de auxiliar e de noção especificas de informatica. O que falta nestas escolas, não todas, pois algumas já utilização a informatica como complemento de aplicação para outras disciplinas, mas o que falta, é perceber que as aulas de informatica podem ser vinculadas com outras disciplinas, para assim fixar um melhor aprendizado.
    Roberya Viana / 3º período / g6 / turma 2 - tarde

    ResponderExcluir
  4. Concordo com o texto ao afirmar que o uso dessas tic's se fazem essencial para o desenvolvimento e aprendizagem de que o usa, mas as escolas públicas muitas vezes oferece a tecnologia na escola e não é usado como deveria e isso se dá muitas vezes pela falta de capacitação dos professores e também pela falta de um currículo que encaixe a tecnologia no programa de assuntos que serão vistos durante o ano letivo, diante dessa problemática , não basta só ter a tecnologia na escola, mas sim usá-la de forma pedagógica, assim contribuindo significamente no desenvolvimento do aluno. Polliana Marques/ 3° Período/ tarde.

    ResponderExcluir
  5. Olá!!

    Ficou ótimo o texto Edna! Mais acredito que o uso das tecnologias não só desenvolvem os alunos para a interação em sala de aula, para mim vai muito mais além disto. O aluno desenvolve o seu raciocinio lógico, sua paciência, seu pensamento, enfim várias outras coisas, e não podem apenas se limitar a ser um recurso para auxiliar os professores em sala de aula. Sou professora do 3° ano, e os meus alunos tem aula de informática, mais em algumas aulas que estive presente, observei que eles passam muito tempo se distraindo em Orkut, em jogos de Polly e jogos de lutas. O que observei foi o despreparo deste monitor e o aumento de agressividade dos meus alunos; então novamente é necessario que exista uma qualificação para estes monitores.

    Priscila Leite - 3° Período - Noite

    ResponderExcluir
  6. Jéssica, 3° tarde10 de junho de 2010 17:01

    Acredito que para muitos educadores, o acesso a internet resume-se a fazer pesquisas, em o professor fornece o conteúdo a ser pesquisado e pronto. Não que esse recurso de utilização para a pesquisa não seja relevante, mas que ñ se pode resumir nisso. Tendo em vista diversidade de recursos existentes que se trabalhados juntamente aos assuntos dados em sala promoveram um conhecimente qualitativo. Assim creio que a função do monitor de informatica é planejar juntamente com o professor uma melhor forma de utilizar s ecursos tecnológicos na aprendizagem.

    ResponderExcluir
  7. Acho uma pena que um recurso tão bom como esse seja ultilizado para o aluno ter uma noção básica de informática.E isso também demonstra que se o aluno não tem nem uma noção minima de informática o uso do computador não será bem aproveitado.

    ResponderExcluir
  8. Como seria maravilhoso, os avanços das tecnologias nas escolas públicas de João Pessoa, mais infelizmente ainda a capital da Paraíba, esta longe dessa realidade, falta muito desde a capacitação dos educadores, para utilizarem esses novos recursos, e o principal a falta desses equipamentos tecnológicos, que só se resume a poucos computadores, nas escolas.
    REINALDO DE PAULO DINIZ 3 PERÍODO NOITE

    ResponderExcluir
  9. Concordo com você Reinaldo, nas ecolas publicas ainda há falta de profissionais de qualidade, isso gera desinteresse por parte do aluno levando a buscar jogos e outras coisas na internet. Quanto aos laboratórios de informatica, estes possuem poucos computadores para muitos alunos e em condições muitas vezes precárias.

    ALINE MANOELA 3º PERÍODO NOITE

    ResponderExcluir
  10. Edvalda pereira Silva13 de junho de 2010 04:17

    Na verdade, o que se observa é que a maioria dos professores não tiveram cursos de reciclagem apropriados para as grandes mudanças tecnologicas no ensino. Assim, por vezes, apesar das várias opções de informática serem disponibilizadas é comum que os pedagogos não consigam utilizá-los em sua integralidade, pois lhe falta conhecimento e prática no sistema de informática.
    Dessa forma, ao serem lançados os vários projetos informatizadores na educação deve-se prioritariamente conceder cursos preparatórios para os professores, para que a função de Monitor seja direcionada para pequenos esclarecimentos dos professores, os quais já teriam um curso especifico, e orientação aos alunos para que os principais conceitos de Informática sejam efetivamente explorados inserindo o alunado que não tem contato com computadores na Era da Informática.

    ResponderExcluir
  11. Responderia essas perguntas, afirmando que tudo deveria ser aglutinado. Tanto as aulas de informáticas como as aulas normais de conteúdos, deveriam encaminhar juntas, para ambas se tornarem maneira de completar a outra. Não a coisa melhor que aprender informática estudando conteúdos normais, e aprender conteúdos teóricos usando a tecnologia. Espero transmitir isso em minha apresentação do projeto.

    Araní Mayara, Tarde, G 2, 10916535.

    ResponderExcluir
  12. Responderia essas perguntas, afirmando que tudo deveria ser aglutinado. Tanto as aulas de informáticas como as aulas normais de conteúdos, deveriam encaminhar juntas, para ambas se tornarem maneira de completar a outra. Não a coisa melhor que aprender informática estudando conteúdos normais, e aprender conteúdos teóricos usando a tecnologia. Espero transmitir isso em minha apresentação do projeto.

    Araní Mayara, Tarde, G 2, 10916535.

    ResponderExcluir
  13. Esta informação é muito interressante, pena que nem todas as escolas publicas de joão pessoa tem acesso a esse novo recurso.Falta ainda treinamento para os professores; a utilização dos monitores seria apenas para dar um auxilio para os professores, quando os mesmos tivessem alguma duvida no conhecimento da area de informatica.
    Edilane Ferreira 3° Periodo- Noite

    ResponderExcluir
  14. Edina,sem sombra de dúvidas seria muito bom que todas as escolas pudessem usúfluir desse recurso com mais frequencia,visto que a maioria tem mais não utiliza como deveria,concordo com a priscila com relação ao fato de que os alunos aprendem muito mais do que interação,eles desemvolve sim seu raciocino lógico,estimulando sua forma de pensar.Rosenilda Rodrigues,3º período noite.

    ResponderExcluir
  15. Olá Edna,
    Concordo com as informações e indagações que você levanta, pois é fundamental as aulas de informática na escola, não só para fazer com que os alunos adquiram habilidades digitais, mas para promover uma verdadeira reflexão e análise dos conteúdos que são abordados anteriormente pelos professores em sala de aula. Sendo assim, os professores e os monitores devem elaborar uma aula que não seja somente articulada por noções de informática, e sim, por uma relação recíproca de desenvolvimento da aprendizagem cognitiva e construção de habilidades.
    Camila Almeida. 3º Período. Noite.

    ResponderExcluir
  16. Olá Edna, gostei muito do seu post, realmente se o exemplo dessa monitora, citada acima,fosse a realidade encontrada nas escolas, estaríamos em um grande avanço, mas a realidade encontrada é o subuso da tecnologia nas escolas, pois a grande maioria dos professores não guardam uma parte do seu tempo para preparar atividades que realmente integrem os alunos de forma eficaz nesse processo educacional, pois os professores ainda não se encontram capacitados para enfrentar essa realidade, já que estes precisam se sentir seguros no que está explorando, é o algo novo, que precisa de novas metodologias, indo além da aprendizagem básica de informática,incluindo métodos que enquadrem a aprendizagem no curriculo educacional. Essas iniciativas que as prefeituras estão fazendo, é muito boa, mas precisa ir mais além, pois é necessário reformular o próprio currículo, para que incluam de maneira qualificada a tecnologia na educação.

    Lidiane Nayara Nascimento dos Santos, 3º período, noite

    ResponderExcluir
  17. Concordo com vc Gicele, seria muito bom e proveitoso se nas escolas o laboratório fosse realmente utilizado, porque muitas vezes só serve para enfeite e os alunos que são os mais interessados ficam sem poder utilizar esse recurso tão importante.
    Grace Mary - noite

    ResponderExcluir
  18. Algum avanço realmente existe pois as escolas públicas em João pessoa, possuem laboratórios de informatica houve o primeiro passou, porém o que falta é a capacitação dos monitores, sabemos que a realidade dessas escolas é que não preparam o aluno para ser critico nem utiliza esse maravillhoso recurso tecnologico de forma adquedada, a proposta dessa ferramenta vai muito além de ensinar os alunos apenas a digitar e brincar frente ao computador, requer desenvolver habilidades,escrita, leitura, interação professor-aluno,troca de conhecimentos essas são as propostas, mas acredito que isso vai mudar e nós como futuros educadores vamos trabalhar como essa nova proposta pedagogica.

    Merielle/3periodo/Noite/G1

    ResponderExcluir
  19. Oi Edna! realmente as escolas públicas de João pessoa aos poucos estão evoluindo com relação às tecnologias,apesar das diversas dificuldades que encontram.
    Ana Cláudia Silva Gomes, 3º período noite

    ResponderExcluir
  20. Realmente as escolas públicas de João Pessoa aos poucas estão evoluindo com relação às tecnologias, apesar das várias dificuldades no caminho.
    Ana Cláudia Silva Gomes, 3º período noite

    ResponderExcluir
  21. É interessante o texto. Porém, que pena! Na realidade, essa política não está disponível para todos os alunos, ficando a cargo só dos professores para fazerem as suas atividades pedagógicas. Com isso, o processo de inclusão torna-se exclusão.
    MIRIAM DA SILVA BEZERRA, 3º PERÍODO- NOITE

    ResponderExcluir
  22. Mírian Vital - 3ºp.Pedagogia noite.20 de junho de 2010 15:47

    É preocupante,mas a realidade se resume a isto,os monitores de informática ainda não estão capacitados para dá suporte aos professores.Mas sou otimista em acredirar que com o passar do tempo essa situação há de melhorar,e os monitores serão eficazes nesse processo educacional...

    ResponderExcluir
  23. Realmente na prática nossa realidade ainda não proporciona a inclusão que esperamos, pois em muitas escolas as salas de informática so existem pra constar, mas os alunos não tem acesso.
    Ana Cláudia Ribeiro da Silva Brito
    3º período/ noite

    ResponderExcluir
  24. As aulas de informática na escola, fazem com que os alunos não desenvolvam apenas habilidades referentes ao uso do computador, o uso dele pode também promover o desenvolvimento da aprendizagem cognitiva do aluno.

    Joyce Rodrigues, terceiro período-noite

    ResponderExcluir

Dialogue conosco, registre seu comentário