quarta-feira, 1 de julho de 2009

MEC promete computador individual para alunos da rede pública. Brasília recebe este ano

projeto-piloto.
Em 2005, um famoso professor norte-americano apresentou uma idéia inovadora no Fórum

Econômico Mundial, evento que reúne líderes de vários cantos do mundo. Nicholas Negroponte

(então diretor de um dos mais respeitados institutos de tecnologia do mundo, o Massachusetts

Institute of Technology —MIT) propôs a fabricação de computadores portáteis a um preço bem

reduzido: US$ 100 (R$ 210, aproximadamente). A finalidade? Distribuir os equipamentos nas

escolas dos países em desenvolvimento, para crianças de baixa renda. Para o especialista, a

tecnologia revoluciona a educação, estimulando a construção do conhecimento pelo próprio

aluno.
Como podemos ver o tema de inclusão digital esta sendo debatido em diversos ambientes. Temos

mais informações no link as seguir olhem e conheçam mas sobre o assunto.

http://www.inclusaodigital.gov.br/inclusao/noticia/inclusao-digital-na-escola/

Fabíola ferreira

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Esse projeto é fabuloso e vai propocionar beneficios ao aprendizado de crianças, adolescentes e jovens que serão incluidos na era digital. Nos dias de hoje, é inconcebível o estudante não dispor da TI para realizar pesquisa e interagir no meio de uma sociedade da informação. A população de baixa renda, especialmente, as escolas públicas poderão inovar os métodos de ensino motivando os alunos para o estudo. Esperamos que esse projeto se materialize e produza frutos que amplia a inclusão digital.
    Evandro - 3 período - Noite - Pedagogia-UFPB

    ResponderExcluir
  3. Se o Governo conseguisse realizar um projeto como esse, com certeza a educação brasileira daria um salto de dimensão gigantesca, pois temos uma educação estática por causa do pouco investimento que hoje se apresenta, é preciso que seja tomadas atitudes no sentido de erriquecer a cultura de nosso país, com a inclusão digital nas escolas brasileiras os alunos teriam o direito de conhecer o quanto pode ser importante o uso correto das tecnologias para o desenvolvimento e sua aprendizagem.

    Adripaulo

    31 de Outubro de 2009 04

    ResponderExcluir
  4. gostei muito da opinião,pois tambem acredito assim,parabéns pedagogo,

    Marcela Kallyni

    ResponderExcluir
  5. Lidiane Lima,Noite,G115 de junho de 2010 07:11

    O projeto em se é muito bom, precisamos de novos projetos e espero que este não fique apenas no papel como muitos outros que ficaram.

    ResponderExcluir

Dialogue conosco, registre seu comentário